zenite.nu
Carregando...
Sistema Solar

Eclipses do Sol e da Lua

Eclipse significa o desaparecimento aparente e temporário de um corpo celeste pela interposição de outro. A palavra vem do grego ekleipsis, que significa desmaio. O astro interceptado escurece, como se sofresse um desmaio, daí o designativo de origem grega, que se costuma reservar para os casos do Sol e da Lua, embora também ocorram eclipses entre outros astros, como os satélites de Júpiter ou mesmo entre estrelas distantes.

Mistério revelador

Para muitas pessoas os eclipses evocam mistério, mas para a Ciência eles servem justamente para desvendá-los. Os eclipses da Lua forneceram uma das primeiras evidências da forma da Terra e também foram utilizados no estudo da alta atmosfera terrestre.

O tamanho e a distância da Lua também foram revelados com admirável precisão, ainda antes de Cristo, através de cálculos simples a partir da observação de eclipses lunares.

Mas a principal contribuição científica dos eclipses solares sem dúvida está nos estudos da atmosfera solar, que se torna visível durante os poucos minutos da escuridão diurna propiciada por um eclipse total.

Esta seção é seu ponto de partida para o fascinante mundo dos eclipses do Sol e da Lua. Escolha, a seguir, qual desses fenômenos você quer conhecer primeiro. Aprenda a observar um eclipse solar com segurança, veja a história de alguns eclipses recentes e descubra como será o próximo.

Encontre o seu eclipse
Encontre o seu eclipse
Quando foi a última vez que aconteceu um eclipse na sua cidade? Quando acontecerá o próximo? Os eclipses deste ano – e de muitos outros, você encontra aqui.
Eclipses lunares
Eclipses da Lua
Como nos contos de terror, um eclipse lunar só pode acontecer em noites de Lua Cheia. Mas se fosse apenas isso, haveria eclipses todos os meses.
Eclipses solares
Eclipses do Sol
A cada ano ocorrem pelo menos dois eclipses. E se forem apenas dois, serão do Sol. Para isso é necessário que a Lua passe precisamente entre a Terra e o Sol.
 

Observando um eclipse solar
O primeiro eclipse solar do milênio
Eclipse no paraíso

Referências (fontes consultadas)
Mourão, R. R. F. Eclipses, da supertição à previsão matemática. Rio Grande do Sul: Editora Unisinos, 1993. 238 p.
Publicação em mídia impressa
Costa, J. R. V. Eclipse total. Tribuna de Santos, Santos, 25 out. 2004. Caderno de Ciência e Meio Ambiente, p. D-4.
Como citar o texto desta página como fonte de sua pesquisa

Segundo a Associação Brasileira de Normas Técnicas, ABNT, a forma indicada para mostrar que você pesquisou o artigo contido nesta página é:

 

As referências bibliográficas são importantes não apenas para dar crédito aos autores de suas fontes, mas para mostrar a sua habilidade em reunir elementos que constroem uma boa pesquisa. Boas referências só valorizam o seu trabalho.