Surfshark
Astronomia no Zênite
Diário astronômico - Arquivo de notícias

Mil semanas de informação

A ideia de um semanário destacando as principais manchetes sobre Astronomia e Astronáutica vinculadas nos meios digitais de comunicação surgiu no final de 1999, primeiro ano do website Astronomia no Zênite. A inspiração veio de outro boletim, o Supernovas, com 700 edições publicadas entre 1999 e 2012.

Assim como o Zênite, o Supernovas também teve influência do trabalho desenvolvido de forma presencial no Centro de Divulgação da Astronomia da USP de São Carlos (CDA-USP), contando com vários colaboradores do CDA daquela época.

Vamos revisitar alguns fatos que marcaram essas 1000 edições? Em MARÇO DE 2001 a estação espacial Mir reentrava na atmosfera após quinze anos em órbita. O fato foi manchete na 10ª edição do boletim.

O Boletim Supernovas era mais amplo, trazendo semanalmente notícias comentadas e uma relação de fenômenos observáveis no céu (as efemérides), sendo distribuído através de lista eletrônica.

Novidades do Espaço Exterior sempre foi um boletim na Web, iniciado em janeiro de 2001 e focado nas notícias, pois nunca teve intenção de competir com o Supernovas, mas somar com ele. Esse formato se manteve nas primeiras 300 edições.

A partir da edição 305 optamos por uma abordagem mais compacta, vinculando apenas os links das manchetes acompanhadas de um pequeno resumo. Com isso ganharíamos espaço para exibir mais notícias, pois os veículos de comunicação digital falando sobre Astronomia e Astronáutica estavam aumentando, incluindo blogs de competentes astrônomos amadores, no Brasil e Portugal.

Renovações

2007JUNHO DE 2007: o Brasil é suspenso definitivamente da ISS. Era uma oportunidade única para um país em desenvolvimento. No entanto, barganhas envolvendo interesses nacionais e internacionais de ambos os lados puseram um ponto final no acordo de cooperação.

Havia um risco. Nem sempre os jornais online mantem seus arquivos. Os endereços das notícias, à medida que o tempo passa, às vezes deixam de funcionar. Daí a importância do resumo, ou linha fina, para, nesse caso, melhor orientar o leitor numa eventual pesquisa por notícias antigas.

Para complementar, decidimos também criar as retrospectivas anuais, como se faz na televisão, reunindo as notícias mais importantes de cada ano.

E assim seguimos. Em 2015 já estávamos há algum tempo caminhando sozinhos, sem mais a companhia do Supernovas (lamentavelmente encerrado em dezembro de 2012). Foi quando optamos por outra mudança, na altura da edição 722.

FEVEREIRO DE 2013: Meteoro deixa quase mil feridos e causa pânico na região de Cheliabinsk, Rússia. Notícia foi destaque na edição 623.

Incorporamos, num novo layout, as efemérides astronômicas gentilmente fornecidas pelos colegas do excelente blog Sky and Observers e as manchetes de maior destaque do Boletim Em Órbita, além de um calendário lunar para o mês corrente.

Todo esse tempo sempre contando com contribuições externas, em especial as do amigo e jornalista Marcus Neves Fernandes, que foi Editor-chefe do Caderno de Ciência e Meio Ambiente do Jornal “A Tribuna” (Santos/SP) por mais de 10 anos.

Uma colaboração sempre em “mão dupla”, dele com o Novidades do Espaço Exterior e nossa com o Caderno. Parceria que continua até hoje, agora também na revista online Planetaria, publicada pela Associação Brasileira de Planetários (ABP).

Clássico

2018FEVEREIRO DE 2018: A SpaceX lança um automóvel Tesla Roadster ao espaço, num gesto simbólico da revolução na indústria de foguetes em escala global. Notícia ganha boletim histórico na edição 883.

Ao longo dos mais de 20 anos de Astronomia no Zênite, com várias participações em congressos importantes na área (como os ENAst, EANE e EREA) ouvimos as pessoas destacarem o nosso trabalho pela qualidade e longevidade.

Algumas comparam o Zênite a um verdadeiro “dinossauro vivo” na divulgação científica em Português na Internet.

Como o site sempre foi um trabalho colaborativo é justificável o uso do verbo na terceira pessoa neste texto. Porém, me permitam aqui um parêntesis na primeira pessoa: – Eu gosto de dinossauros! Desde criança. Comparar o Zênite a um, para mim, soa como elogio (e espero que realmente seja)!

E talvez por isso que a mais recente mudança de layout no boletim Novidades do Espaço Exterior foi no estilo vantage, ou retrô. A partir da edição número 1000 o boletim se renovou outra vez, ainda assim mantendo, talvez mais do que nunca, um estilo saudosista, como nos jornais clássicos.

A ideia é perseverar na “personalidade do site” sem perder a trilha do tempo. Atingimos a marca de mil edições em 2020, num momento singular da História. Uma crise mundial com características de guerra e impactos severos na saúde pública e economia, puxadas por um inimigo em comum a toda humanidade, antigo e invisível.

Continuamos de pé. O futuro? Não podemos nos comprometer com mais mil edições. São muitos anos! Mas vamos continuar até onde for possível.

Você vem conosco? Artigo de Astronomia no Zênite

GOSTOU DO ARTIGO? COMPARTILHE!    

Galeria de destaques

 

Novidades do Espaço Exterior
Arquivo de notícias

Créditos: Costa, J.R.V. Mil semanas de informação. Astronomia no Zênite, 9 mai. 2020. Disponível em: <https://www.zenite.nu/mil-semanas-de-informacao>. Acesso em: 19 out. 2021.
Como citar esta página como uma fonte da sua pesquisa

Segundo a Associação Brasileira de Normas Técnicas, ABNT, a forma indicada para mostrar que você pesquisou o artigo contido nesta página é:

 

As referências bibliográficas são importantes não apenas para dar crédito aos autores de suas fontes, mas para mostrar a sua habilidade em reunir elementos que constroem uma boa pesquisa. Boas referências só valorizam o seu trabalho.