Astronomia no Zênite
Diário astronômico - Espaçonave Terra

Lua Nova

Lua míticaO ciclo das fases da Lua sempre nos ajudou na contagem do tempo.

A Lua Nova de maio é no dia 11 às 16h01. Na Lua Nova nenhuma luz solar incide sobre a face lunar voltada para a Terra, de forma que o nosso satélite natural não é visível. Se não podemos vê-la, por que a chamamos de "nova"?

Porque é quando começa um novo ciclo lunar.

Desde os tempos mais remotos as pessoas se identificavam com a Lua, que parecia contar e recontar a mesma história. Uma história de “vida”, que termina na sua própria “morte”, mas que não é defintiva. Ela sempre ressurge e recomeça tudo outra vez, “renovada”.

A Lua Nova acontece apenas num certo dia e hora que correspondem a uma configuração geométrica muito bem definida na posição da Terra, do Sol e da Lua. É por isso que associamos um horário para cada uma das 4 principais fases lunares (Nova, Crecente, Cheia e Minguante). Elas não duram uma semana inteira, como sugerem alguns calendários.

Fases da Lua

Simulador das fases da Lua

Nosso site conta com um simulador interativo, em Português, que demonstra a correspondência entre a posição da Lua em sua órbita (lunação), sua fase e sua posição no céu em diferentes momentos do dia. Ideal para uso em sala de aula pro professores e educadores em geral. Acesse e confira!

Onde ela está?

Durante uma lunação, nosso satélite natural pode ser observado em diferentes momentos, seja de noite ou durante o dia. O gráfico a seguir mostra os horários aproximados (de 0 à 24h) quando a Lua pode ser vista em cada uma de suas quatro fases principais.

Visibilidade da Lua

Repare que a Lua Nova nasce por volta das 6 horas da manhã e se põe aproximadamente às 6 da tarde. Ou seja, além da face voltada para a Terra não estar recebendo luz do Sol, o satélite ainda realiza o seu deslocamento aparente nas vizinhanças do astro-rei. Por isso sua identificação no céu é muito difícil.

Dia de eclipse?

Somente na Lua Nova pode acontecer um eclipse do Sol, pois este é um fenômeno que requer que a Lua esteja exatamente entre a Terra e o Sol. Mas, como você já sabe, nem toda Lua Nova tem eclipse.

Se a Lua girasse em volta da Terra no mesmo plano que a Terra gira em volta do Sol teríamos eclipses solares em todos os dias de Lua Nova. Mas para o eclipse acontecer é preciso que a Lua Nova coincida com a passagem pelos nodos, que são as interseções do plano da órbita da Terra com o plano da órbita lunar.

Órbita da Lua
IMAGINE que você é um observador no Sol, acompanhando a Terra (com a Lua girando a sua volta) em nossa viagem orbital. Assim fica fácil perceber que a Lua nem sempre passa exatamente por trás da Terra, de forma a ser eclipsada. Por isso que nem todo dia de Lua Nova tem eclipse do Sol. Na animação, a seta representa o sentido que a Terra viaja ao redor do Sol.

A dança das fases

Há quem pense que a parte escura da Lua (aquela vista quando o satélite está minguando ou crescendo) é resultado da sombra do nosso próprio planeta sobre a Lua. Mas quando um astro projeta sombra sobre outro temos os eclipses.

A cada dia vemos o Sol iluminando a Lua sob um ângulo diferente, à medida que ela se desloca em torno da Terra ─ e é isso que são as fases. Na verdade, a cada instante temos um ângulo (e uma iluminação) diferente. Por isso, na prática, a Lua tem um número indeterminado de fases.  Fim

INFINITAS FASES  Vídeo do NASA’s Scientific Visualization Studio comprime as fases lunares de 2020 em poucos minutos. Repare como é no terminador onde os detalhes do relevo se tornam evidentes: é para onde devem ser apontados os telescópios amadores.

GOSTOU DO ARTIGO? COMPARTILHE!    
PUBLICIDADE
Este website não tem fins lucrativos, sendo mantido pelos anúncios exibidos aos nossos visitantes. Por favor, considere nos apoiar desativando o seu bloqueador de anúncios para www.zenite.nu
 

Quarto Crescente
Lua Cheia
Quarto Minguante

Como citar o texto desta página como fonte de sua pesquisa

Segundo a Associação Brasileira de Normas Técnicas, ABNT, a forma indicada para mostrar que você pesquisou o artigo contido nesta página é:

 

As referências bibliográficas são importantes não apenas para dar crédito aos autores de suas fontes, mas para mostrar a sua habilidade em reunir elementos que constroem uma boa pesquisa. Boas referências só valorizam o seu trabalho.