Surfshark
Astronomia no Zênite
Diário astronômico - Espaçonave Terra

As fases da Lua – 2ª Parte

 Final

Uma fase lunar ocorre para o mundo todo, não importa a localização do observador (se a Lua é Nova no Brasil, por exemplo, também será Lua Nova no Japão). Porém, as fases da Lua não são vistas da mesma forma. No hemisfério Norte o aspecto da Lua é invertido em relação ao visto por um observador no hemisfério Sul.

Lua Nova Lua Nova

É quando o hemisfério lunar voltado para a Terra não reflete nenhuma luz do Sol. Dizemos também que a Lua está em conjunção com o Sol. A Lua Nova só é visível durante os eclipses do Sol que, aliás, só acontecem quando é Lua Nova. Nessa fase, o ângulo entre Sol, Terra e Lua é praticamente zero. A Lua Nova nasce por volta das seis horas da manhã e se põe às seis da tarde. Ou seja, ela transita pelo céu durante o dia.

Quarto Crescente Quarto Crescente

Cerca de sete dias e meio depois da Lua Nova, a Lua deslocou-se 90° em relação ao Sol e está na quadratura ou primeiro quarto. É o Quarto Crescente. A Lua nasce aproximadamente ao meio-dia e se põe à meia-noite. Seu aspecto é o de um semicírculo voltado para o Oeste. Vista do hemisfério Sul, a aparência do Quarto Crescente lembra a letra “C”, de crescente. No hemisfério Norte, a Lua crescente se parece um “D” [Mais].

Lua Cheia Lua Cheia

Passados 15 dias da Lua Nova, dizemos que a Lua está em oposição ao Sol. É Lua Cheia. Os raios solares incidem verticalmente sobre o nosso único satélite natural, iluminando 100% do hemisfério voltado para a Terra. O ângulo Sol-Terra-Lua agora é de 180 graus. Lua e Sol estão em lados diametralmente opostos do céu.

Curiosamente, essa é a pior ocasião para observar a Lua ao telescópio, pois a luz do Sol que incide sobre o satélite quase não produz sombra, o que dificulta o reconhecimento de crateras e outros acidentes do terreno. A Lua Cheia é visível durante toda a noite, nascendo por volta das dezoito horas e se pondo às seis da manhã. Somente numa noite de Lua Cheia pode acontecer um eclipse lunar.

Quarto Minguante Quarto Minguante

Uma nova quadratura surge quando a diferença angular é de 270°. Neste dia, o aspecto da Lua é de um semicírculo voltado para o Leste. A Lua nasce à meia-noite e se põe ao meio-dia, aproximadamente.

Flecha

O Quarto Minguante também pode ser entendido como um “quarto decrescente” e, de fato, visto do hemisfério Sul, a Lua lembra uma letra “D”, de decrescente [Mais].

Em qualquer fase intermediária podemos imaginar o lado iluminado da Lua como sendo um grande arco (gravura à esquerda). A flecha dele disparada irá sempre atingir o Sol, indicando sua direção, mesmo que o astro-rei não esteja mais acima do horizonte.

Fases da Lua

Descubra mais

Lua Cheia, Quarto Minguante, Lua Nova e Quarto Crescente. Preparamos um material especial sobre cada uma das 4 fases principais. Clique e confira!

Representando corretamente

Ainda que o artifício da flecha seja útil para encontrar o Sol, é importante lembrar que nos Quartos Crescente e Minguante a Lua jamais assume a forma de um arco ou foice. Essas fases devem ser mostradas como semicírculos.

Representação gráfica correta das fases lunares

Calendário lunar

Descubra mais

Como funciona um calendário lunar de verdade? Qual a diferença entre o solar e o lunissolar? Veja as fases, dia após dia, mês a mês, em todo o ano corrente.

O luar

LuarCADÊ AS ESTRELAS?  Na foto, ainda não é noite de Lua Cheia. Assim mesmo o luar prejudica a visão do céu noturno em observatórios no Havaí.

Albedo é um valor aproximadamente fixo que indica o quanto a superfície de um corpo celeste sem luz própria é capaz de refletir a luz que nele incide.

Em comparação, vista da Lua, a “Terra cheia” reflete 39% (albedo 0,39). É que a superfície do nosso planeta quando vista da Lua é cerca de 13 vezes maior que a Lua Cheia vista da Terra. Além disso, os mares, desertos e principalmente as nuvens acabam resultando num albedo muito maior do que o lunar.

Mesmo assim a luz do luar é intensa o bastante para prejudicar a visão de outros corpos celestes e por isso recomenda-se observar objetos pouco luminosos (como nebulosas, aglomerados ou chuvas de meteoros) nos horários em que a Lua não está acima do horizonte.

O brilho de Da Vinci

Descubra mais

Próximo da Lua Nova surge uma claridade que permite vermos o lado do satélite que deveria estar no escuro. É a chamada luz cinérea.

Lua Azul e idade da Lua

Nos países de língua inglesa costuma-se chamar a segunda Lua Cheia que ocorre num mês de Blue Moon (Lua Azul). O termo vem de uma antiga história popular e a Lua não fica azul de fato.

Outro termo que pode causar confusão é a idade da Lua. Ao contrário do que sugere, não se trata do tempo desde que a Lua se formou, mas da quantidade de dias desde a última Lua Nova (sempre variando de zero a 29).

A seguir fornecemos uma calculadora através da qual você pode obter a idade da lua em certa data, além de outras informações interessantes. Artigo de Astronomia no Zênite

Fique por dentro
Lua, com inicial maiúscula é substantivo próprio, o nome do nosso único satélite natural. Com inicial minúscula é substantivo comum, sinônimo de satélite natural. A nossa lua chama-se Lua, enquanto as luas de outros mundos recebem outros nomes.

GOSTOU DO ARTIGO? COMPARTILHE!    
PUBLICIDADE
Este website não tem fins lucrativos, sendo mantido pelos anúncios exibidos aos nossos visitantes. Por favor, considere nos apoiar desativando o seu bloqueador de anúncios para www.zenite.nu
 

Magnífica Lua
A Lua em números

Publicação em mídia impressa
Costa, J. R. V. A Lua e o dragão. Tribuna de Santos, Santos, 11 abr 2005. Caderno de Ciência e Meio Ambiente, p. D-4.
Créditos: Costa, J.R.V. Fases da Lua. Astronomia no Zênite, dez. 2000. Disponível em: <https://www.zenite.nu/as-fases-da-lua>. Acesso em: 19 set. 2021.
Como citar esta página como uma fonte da sua pesquisa

Segundo a Associação Brasileira de Normas Técnicas, ABNT, a forma indicada para mostrar que você pesquisou o artigo contido nesta página é:

 

As referências bibliográficas são importantes não apenas para dar crédito aos autores de suas fontes, mas para mostrar a sua habilidade em reunir elementos que constroem uma boa pesquisa. Boas referências só valorizam o seu trabalho.