Novidades do Espaço ExteriorAntena
 Ano II - Nº 83

Meteorito pode ter atingido Austrália
Space.com - 6 de setembro de 2002

Moradores do sul da Austrália foram surpreendidos com uma grande bola de fogo que cruzou os céus do país nesta terça-feira, 3 de setembro. Há chances do bólido ter colidido com a superfície. Dois grandes estrondos foram ouvidos. Pequenos meteoros penetram na atmosfera terrestre com bastante freqüência, mas são consumidos pelo calor gerado com o atrito, criando o fenômeno popularmente conhecido como "estrela cadente".

Grandes objetos, do tamanho de uma bola de basquete ou de um pequeno automóvel, atingem o nosso planeta com menor freqüência, mas podem colidir com o solo, provocando estrondos tanto durante a penetração na atmosfera quanto no choque. Enquanto apenas riscam o céu esses objetos são chamados meteoros. Se forem capazes de chegar até o solo recebem o nome de meteoritos.

Até hoje não há registros de morte de um ser humano atingido por um meteorito. No Brasil, no entanto, a queda de um meteorito em Macau (RN) provocou a morte de vários bovinos em meados do século passado.

Hubble vê "Objeto de Hoag"
Space Telescope Science Institute - 5 de setembro de 2002

A galáxia Objeto de Hoag (uma homenagem ao astrônomo Art Hoag, que a identificou em 1950) é a mais nova imagem do telescópio espacial Hubble. Ela tem um diâmetro de 120 mil anos luz (a Via Láctea tem 100 anos-luz de diâmetro) e está situada a 600 milhões de anos-luz, na constelação da Serpente.

Brasil não honrará compromisso com ISS
Space.com - 3 de setembro de 2002

O Brasil informou a NASA que não proverá o Express Pallet, dispositivo para acomodar experimentos na área externa da Estação Espacial Internacional (EEI ou ISS, na sigla em inglês), conforme acordado anteriormente.

Em uma carta para o administrador da NASA, Sean O'Keefe, o Ministro da Ciência e Tecnologia Ronaldo Sardenberg informou que o custo de produção do dispositivo superaria em muito o valor inicialmente acordado da participação brasileira no projeto. O Ministro salientou ainda que espera que o Brasil continue participando do programa da ISS e que os termos do acordo com a NASA possam ser renegociados.

A carta foi uma resposta a O'Keefe, que indagou recentemente sobre o compromisso brasileiro de entregar o dispositivo na data prevista, abril de 2005. A participação brasileira na ISS inclui também o fornecimento de equipamentos de vôo, modelos de treinamento e também serviços de logística, manutenção e reparos.