Novidades do Espaço ExteriorAntena
 Ano II - Nº 52

Segundo telescópio Gemini é inaugurado no Chile
CNN Brasil - 18 de janeiro de 2002

O telescópio Gemini Sul, resultado de um consórcio internacional de seis países, entre eles o Brasil, foi inaugurado oficialmente no Chile. Situado na região dos Andes, a 2.737 metros de altitude, ele duplicará o poder de um instrumento idêntico em operação no Havaí, permitindo aos astrônomos realizar observações coordenadas e ver o céu por inteiro, de ambos os hemisférios.

Com espelhos de 8,1 metros de diâmetro é possível captar imagens tão definidas quanto as tomadas pelo Hubble. Ambos tiram proveito do ar seco e limpo das montanhas remotas em que foram instalados, mas também podem encontrar distorções causadas pela atmosfera e, por isso, os Gemini têm sistemas de adaptação ótica que compensam tais distorções e produzem imagens tão precisas como se tivessem sido captadas no espaço.

Os telescópios foram desenvolvidos para gerar imagens de extrema precisão também no infravermelho, o que permitirá observar através da poeira que obscurece as regiões formadoras de estrelas. Para se ter uma idéia da nitidez das imagens, algumas fotos têm resolução suficiente para distinguir entre os dois faróis de um automóvel a 3.220 km de distância.

Sonda Galileo volta a transmitir
SpaceDaily - 18 de janeiro de 2002

Nesta quinta-feira, enquanto aproximava-se de Io, a mais interior das luas de Júpiter, a sonda Galileo se colocou em modo de espera (standby). A espaçonave encontrou dificuldades no ambiente de alta radiação nas imediações do maior planeta do Sistema Solar. A sonda já passou mais de quatro anos além da sua missão original e sobreviveu a três vezes e meia mais radiação do que foi projetada para resistir.

A espaçonave passou a somente 102 km da superfície de Io. No modo de espera, um software de proteção ordena que máquinas fotográficas e dispositivos científicos interrompam o envio de dados por segurança, aguardando instruções da Terra. A Galileo retomou o envio de dados a aproximadamente 2 horas da madrugada de hoje (Hora de Brasília).

Observações sugerem planeta em torno de Vega
Spaceflight Now - 12 de janeiro de 2002

Astrônomos anunciaram esta semana que as características observadas na nuvem de poeira em volta da estrela Vega podem ser indícios de um planeta em órbita excêntrica. Vega localiza-se a 25 anos luz da Terra, na constelação de Lira, e é uma das estrelas mais luminosas no céu de inverno. Observações feitas em 1983 com o satélite de infravermelho IRAS proveram a primeira evidência de uma nuvem de partículas em torno da estrela, indício da formação de planetas.

Esta descoberta inspirou Carl Sagan a escolher Vega como origem das emissões extraterrestres no seu romance "Contato". As novas observações foram feitas em um comprimento de onda de 1,3 milímetros, sendo sensíveis a estruturas tão pequenas quanto 20 unidades astronômicas (aproximadamente o tamanho da órbita de Saturno). Novas observações serão feitas também pelos observatórios Gemini.