Novidades do Espaço ExteriorAntena
 Ano IV - Nº 187

Universos em colisão
Spaceflight Now - 15 de setembro de 2004

Imagens com admirável nitidez de um aglomerado de galáxias em colisão a 300 milhões de anos-luz da Terra foram obtidas pelo Observatório Gemini.

As galáxias integram um grupo conhecido como Quinteto de Stephan e estão literalmente devorando umas às outras, sendo suas formas modificadas pelas interações gravitacionais que vem acontecendo (e devem continuar) por milhões de anos.

Arcos de gases e poeira traçam os movimentos entre as galáxias, numa espécie de dança que deforma os componentes do quinteto, ao mesmo tempo em que produz um espetáculo de luz. Segundo o Conselho de Pesquisas em Partículas Físicas e Astronomia do Reino Unido, as imagens inéditas do aglomerado trazem uma combinação única de resolução, profundidade de campo e sensibilidade.

O Observatório Gemini foi pertence ao Brasil, Argentina, Austrália, Canadá, Chile, Estados Unidos e Reino Unido. É composto por dois telescópios, um no Havaí e outro no Chile – um em cada hemisfério da Terra, o que permite observar todo o firmamento.

O Quinteto de Stephan foi descoberto em 1877 no observatório de Marseilles pelo astrônomo francês Edouard Stephan, através de um telescópio refletor de 80 cm de abertura.

Cassini exibe "retrato de família"
Cassini-Huygens Home Page - 13 de setembro de 2004

Em mais uma imagem da Cassini-Huygens, em órbita de Saturno desde o final de junho, de uma só vez podemos ver 5 satélites de Saturno. São eles (no sentido horário a partir do topo): Dione (com 1.118 km de diâmetro), Encéladus (499 km), Tétis (1.060 km), Mimas (398 km) e Réa (1.528 km).

A foto foi tirada a uma distância de 7,8 milhões de quilômetros. Nessa escala, cada pixel equivale a 464 km. A missão Cassini-Huygens é um projeto conjunto da agência espacial norte-americana (NASA), européia (ESA) e italiana.

Ela foi lançada em outubro de 1997 e viajou 3,5 bilhões de quilômetros até sua inserção orbital no segundo maior planeta do Sistema Solar. O orbitador Cassini efetuará 74 voltas em torno de Saturno, incluindo 45 vôos rasantes sobre Titã, o maior satélite, e que chama a atenção por ser a única lua do Sistema Solar com atmosfera. Além disso a sonda Huygens deverá pousar na misteriosa superfície de Titã em 25 de dezembro deste ano.