Novidades do Espaço ExteriorAntena
 Ano III - Nº 114

Descoberto antigo santuário solar
Agência EFE - 17 de abril de 2003

Uma equipe de arqueólogos descobriu um santuário solar de quase três mil anos utilizado como observatório astronômico em um vale das montanhas do Pamir, no Tajiquistão, onde estão algumas das cordilheiras mais altas da Terra. A surpreendente descoberta foi anunciada pelo Instituto de História e Arqueologia da Academia Nacional de Ciências do Tajiquistão.

Numa região de difícil acesso, o vale do rio Shorol, na região de Murgab (leste do país), os arqueólogos encontraram, a 3.850 metros de altitude, misteriosas fileiras de blocos de pedra que representavam retângulos, setas e figuras fálicas. O santuário-observatório pode ter sido construído por tribos nômades de origem iraniana que habitavam a região das montanhas do Pamir, nos séculos VIII e IX a.C.

O santuário pode ter sido obra de um grupo especial de sacerdotes que quis criar um espaço mágico para observar o seu principal deus, o Sol. Nessa região de Murgab, os trabalhos arqueológicos levaram à descoberta de túmulos funerários e, nos arredores, mais de dez grupos de pedras que formavam figuras consideradas sagradas pelas antigas tribos nômades do lugar.

A descoberta pode até mudar tudo o que se sabe da pré-história na Ásia Central e que traz nova luz sobre os conhecimentos astronômicos de milhares de anos no passado.

Selecionados locais de pouso em Marte
Spaceflight Now - 15 de abril de 2003

Após um exaustivo processo de seleção que durou dois anos, a NASA anunciou os locais de pouso dos próximos robôs de exploração que deverão pousar em Marte no início do ano que vem.

O primeiro dos Mars Exploration Rovers, MER A, vai pousar numa grande cratera (com 160 km de extensão) cheia de sedimentos chamada Gusev, enquanto o MER B vai para as misteriosas planícies de Meridiani Planum, que apresenta abundância de hematita, um mineral rico em ferro.

Ambos os locais mostram fortes evidências da presença de água líquida no passado geológico do planeta. O robô MER B vai explorar precisamente a área dos enigmáticos flashes marcianos, que podem ser reflexões da luz em nuvens de cristais de gelo ou mesmo em depósitos na superfície.

O lançamento do primeiro MER estava previsto para o dia 30 de maio, mas um problema técnico forçou um adiamento de algumas semanas. Agora, espera-se a partida em junho, com chegada ao Planeta Vermelho em janeiro ou fevereiro de 2004. Uma vez lá cada robô deverá explorar os arredores de seus sítios de pouso por 90 dias marcianos (92 dias terrestres).

Os gêmeos MER já estão no Kennedy Space Center em preparação para o lançamento. O projeto MER é gerenciado pelo JPL, uma divisão do Instituto de Tecnologia da Califórnia, em Pasadena.