Novidades do Espaço ExteriorAntena
 Ano III - Nº 113

A vez de Saturno
Space.com - 9 de abril de 2003

Ainda nem tínhamos assimilado as recém-descobertas luas de Júpiter e já é a vez de Saturno ter sua família de súditos aumentada. Na verdade este é o primeiro satélite de Saturno descoberto nos últimos três anos. O objeto tem cerca de 8km de comprimento e é irregular, assim como outras treze luas do senhor dos anéis do Sistema Solar, que agora passa a contar 31 satélites.

Provisoriamente batizado de S/2003 S1, o objeto foi encontrado por uma equipe de pesquisadores da Universidade do Havaí liderado por Scott Sheppard e David Jewitt, junto com Jan Kleyna da Universidade de Cambridge. Com uma órbita muito excêntrica (ou elíptica), a "nova" lua é uma das mais afastadas do planeta.

A mesma equipe que recentemente encontrou 20 satélites em volta de Júpiter (elevando seu número de luas para 60) acredita que o maior planeta do Sistema Solar deve ter cerca de 100 satélites com diâmetro inferior a 1 km. Júpiter e Saturno são os planetas com maior número de luas, seguidos por Urano (21) e Netuno (11), mas também se conhecem mais de 30 asteroides que possuem satélites.

As supernovas do Hubble
Spaceflight Now - 11 de abril de 2003

Entre os muitos instrumentos do telescópio espacial Hubble, a câmera ACS (Advanced Camera for Surveys) tem sido responsável por dezenas, senão centenas de objetos de estonteante beleza do espaço profundo. A última novidade é nada menos que a descoberta de duas supernovas que explodiram há tanto tempo que podem dar novas pistas sobre a expansão do Universo e a natureza da misteriosa "energia escura".

SN2002dc e SN2002dd estão a cerca de 5 e 8 bilhões de anos-luz da Terra. A mais distante explodiu há tanto tempo que o Universo estaria desacelerando devido sua própria gravidade.

Os pesquisadores buscam encontrar uma região do Universo onde a taxa de expansão muda da desaceleração para a aceleração devido à ação repulsiva da energia escura. É um desafio e tanto, mas a nova câmera do Hubble tem feito progressos extraordinários neste sentido, como, por exemplo, ao encontrar supernovas distantes e obter informações detalhadas sobre elas.

O dia da cosmonáutica
Boletim Em Órbita - 12 de abril de 2003

Há 42 anos Yuri Gagarin tornava-se o primeiro ser humano a entrar em órbita da Terra. Um herói dos "nossos dias" que merece ser recordado, juntamente com todos aqueles pioneiros que se aventuraram para lá do azul e em especial todos aqueles que um dia deram a vida na procura de um futuro melhor para a Humanidade.

Uma saudação muito especial para todos os amantes do espaço e para aqueles que todos os dias suspiram quando olham para o céu noturno. A Terra vista do espaço não tem fronteiras... Uma homenagem especial também para o ônibus espacial Columbia, que há 22 anos realizava o seu primeiro vôo.