zenite.nu
Carregando...
Curiosidades - Fatos & fotos

Os Pilares da Criação e da Destruição

Essas gloriosas e ao mesmo tempo fantasmagóricas formas têm sido chamadas de “Pilares da Criação” porque o lugar é um enorme berçário de estrelas, situado na nebulosa da Águia (M16). Mas é o processo de destruição que faz essas estruturas ainda mais fantásticas.


Uma das imagens mais icônicas da Astronomia moderna, os deslumbrantes “Pilares da Criação” são um registro de um instante cósmico que não volta mais. Créditos: NASA, ESA e Hubble Heritage Team.

Com mais de cinco anos-luz de “altura”, essas colunas de gás (sobretudo Hidrogênio) e poeira (pequenas partículas de matéria no meio interestelar) foram esculpidas por poderosos “ventos” de estrelas jovens nas proximidades, a cerca de 6.500 anos-luz da Terra, na direção da constelação da Serpente.

A radiação ionizante dessas estrelas aquece as nuvens de gás, fazendo-as crescer e brilhar em comprimentos de onda detectáveis pelo Telescópio Espacial Hubble, que obteve a primeira imagem dos pilares em abril de 1995.

Por meio de sua destruição, novas estrelas nascem e o gás e a poeira colapsam e voltam a se condensar. Na verdade, nossa própria estrela, o Sol, pode ter se formado numa região do espaço tão incrível como essa, cinco bilhões de anos atrás.

E cada nova estrela que se forma ajuda a transformar essas estruturas, que muito provavelmente não têm mais as formas mostradas na imagem. Bastam algumas centenas de anos para mudarem. E saber que elas estão a mais de seis mil anos-luz nos diz que a luz que agora chega aos telescópios terrestres partiu há mais de seis mil anos, quando nem mesmo a escrita humana havia se desenvolvido. Talvez os pilares já tenham sido consumidos pela própria destruição.  Fim

REVISITANTO O LUGAR  Vídeo oficial da ESA/NASA mostra os pilares como nunca foram vistos antes – e como estão mudando.
 

Ilhas de estrelas
Universo multicolorido

Como citar o texto desta página como fonte de sua pesquisa

Segundo a Associação Brasileira de Normas Técnicas, ABNT, a forma indicada para mostrar que você pesquisou o artigo contido nesta página é:

 

As referências bibliográficas são importantes não apenas para dar crédito aos autores de suas fontes, mas para mostrar a sua habilidade em reunir elementos que constroem uma boa pesquisa. Boas referências só valorizam o seu trabalho.