Vagas para astronautas

Você é brasileiro ou brasileira, tem boa saúde, idade entre 25 e 45 anos, domina o idioma inglês e possui diploma de curso superior? Então você está previamente habilitado para candidatar-se a uma vaga de astronauta. O que até bem pouco tempo era somente um sonho, tornou-se realidade com o voo do primeiro astronauta brasileiro, em 2006.

Chris Hadfield

UM AMIGO NO ESPAÇO  O canadense Chris Hadfield tornou-se o astronauta mais popular ao mostrar, em vídeos, um pouco de como é viver no espaço.

Tudo começou em outubro de 1997 quando a NASA, Agência Espacial Norte-americana, ofereceu à Agência Espacial Brasileira (AEB), uma vaga para um candidato brasileiro a astronauta.

O processo foi concluído em junho de 1998, sendo indicado o então Capitão Aviador Marcos César Pontes, que após longo treinamento, permaneceu 9 dias a bordo da Estação Espacial Internacional – entre 30 de março e 8 de abril de 2006.

O treinamento de um segundo candidato brasileiro a astronauta não tem data definida, mas o local de treinamento deve ser o Johnson Space Center, no Estado norte-americano do Texas. A AEB divulgará um edital de seleção quando houver confirmação de vagas, e só então as inscrições serão abertas.

 Advertisement
 

Lembrando ainda: apesar de Marcos Pontes ter formação militar, a profissão de astronauta é civil. As atividades de um astronauta não envolvem qualquer tipo de tarefa militar. Na verdade, são duas carreiras completamente distintas. Razão pela qual Pontes já estava desligado de funções específicas da ativa militar quando foi indicado para astronauta, em 1998.

Citação

Os pré-requisitos
Ser astronauta é fazer parte do grupo de profissionais mais seleto que existe. No mundo todo apenas 540 pessoas estiveram no espaço. Entrar neste time é um “desafio radical” para nenhum jovem pôr defeito. Não é fácil – mas afinal se você quisesse fazer algo fácil não pensaria logo em ser astronauta. Confira os pré-requisitos:

¤ Ter entre 25 e 45 anos por ocasião do ingresso no processo de seleção.

¤ Possuir título de pós-graduação em Engenharia, Ciências Exatas ou da Terra, Ciências Biológicas ou Ciências da Saúde.

¤ Ter pelo menos três anos de experiência profissional em uma das áreas definidas no item anterior (experiência de campo ou laboratório tem preferência sobre experiência de escritório). É desejável um título de Mestre ou Doutor, que pode substituir em parte ou totalmente a experiência solicitada, na seguinte proporção: mestrado corresponde a 1 ano de experiência e doutorado a 3 anos.

¤ Ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições de astronauta, segundo padrões a serem estabelecidos no edital, tendo como requisito inicial exames médicos e psíquicos.


COM BOM HUMOR  Essa divertida “vídeo-aula” sobre a sobrevivência no espaço foi feita por astronautas da NASA durante a década de 1980. Narrado em inglês.

Etapas de seleção
AS QUALIDADES DE UM ASTRONAUTA incluem a honestidade, integridade, cooperação, iniciativa e perseverança. É preciso ter habilidade para trabalhar eficazmente em ambientes de mudanças rápidas. A seguir, as dez etapas típicas do processo de seleção de um astronauta da NASA.

¤ 1ª Etapa
Verificação do cumprimento dos requisitos básicos: data de nascimento, nacionalidade, formação acadêmica e experiência profissional.

¤ 2ª e 3ª Etapas
Classificatória. Análise de títulos referentes à formação acadêmica e experiência profissional do candidato.

¤ 4ª Etapa
Exame de língua inglesa (prova escrita, objetiva e dissertativa).

¤ 5ª Etapa
Avaliação preliminar de aptidão física e mental.

¤ 6ª Etapa
Classificatória. Exame de aptidão específica, entrevista em português, onde será avaliado o perfil do candidato de acordo com o “Perfil para a Atividade de Astronauta”, definido com base nos critérios de seleção da NASA.

¤ 7ª Etapa
Avaliação preliminar de adaptação em voo (prova prática).

¤ 8ª Etapa
Classificatória. Exame de aptidão específica e conhecimento da língua inglesa (entrevista em inglês).

¤ 9ª Etapa
Avaliação avançada de adaptação em voo (prova prática).

¤ 10ª Etapa
Avaliação detalhada de aptidão física e mental.

Durante o treinamento, o astronauta é submetido a condições de trabalho estressantes, incluindo participações em expedições que envolvem circunstâncias hostis (Antártica, submersão profunda, montanhismo, etc.) e expedições científicas com a condução de experimentos que envolvem riscos, manutenção de equipamentos delicados, desconforto físico e mental, monotonia e isolamento.

Mas nenhum astronauta é um “Super Homem” ou uma “Mulher Maravilha”. Qualquer que fosse a carreira anterior, todos demonstraram níveis de dedicação e paciência notáveis. Para cada hora que poderão estar no espaço, sabem que terão literalmente centenas, talvez milhares de horas em treinamento.

Mas eles sabem que vale a pena – e se você quer mesmo juntar-se a eles tem de pensar da mesma forma.  Fim

 

Agência Espacial Brasileira – AEB
Do sonho à conquista

» Publicação em mídia impressa:
• Costa, J. R. V. Profissão: astronauta. Tribuna de Santos, Santos, 22 nov. 2004. Caderno de Ciência e Meio Ambiente, p. D-2.

» Como usar o texto desta página na sua pesquisa? show