O Sistema Solar no Parque

O projeto Sistema Solar no Parque é uma escala que mostra a distribuição dos planetas do Sistema Solar a partir do Sol, ao longo de um trecho das trilhas do Parque da Cidade, em Natal/RN.

É composta por 12 placas, sendo a primeira uma apresentação do projeto e seus objetivos, localizada na ”Praça do Sol” (foto abaixo). Poucos metros adiante, no início da trilha pavimentada, vê-se o primeiro de 11 pilares, feitos com troncos de coqueiros, em cujos topos é afixado um suporte com uma placa explicativa.

O primeiro pilar contém a placa do Sol, assinalando o início do percurso, de 875 metros ao todo, e exibindo breves características da estrela e seu tamanho relativo nesta escala: cerca de 20 cm de diâmetro (o tamanho de uma bola de volei).

Praça do Sol
PRAÇA DO SOL e início do percurso do Sistema Solar no Parque. Clique na foto para ampliar.

A partir daí se seguem 10 pilares, cada uma na posição relativa ao Sol dos 8 planetas do Sistema Solar e de 2 planetas anões, Ceres e Plutão. Em cada placa há curiosidades e o tamanho do astro na escala, bem como a distância real percorrida desde o Sol.

Crianças cursando o Ensino Fundamental II (do 6º ao 9º ano) já podem usufruir de todas as informações oferecidas neste projeto. A seguir, apresentamos algumas sugestões de como pais e educadores podem trabalhar essas orientações.

Gravidade
O CONCEITO BÁSICO DE FORÇA gravitacional é abordado já nos anos iniciais do Fundamental II, tanto na disciplina de Ciências (Terra e Universo) quanto em Geografia (as marés).

A gravidade é uma força fundamental da natureza e confere peso aos objetos. A força de gravidade da Terra “puxa” tudo o que está na superfície do planeta em direção ao seu centro. É por causa dela que as coisas caem.

Gravidade
A GRAVIDADE está presente em todos os corpos que têm massa.

A gravidade ainda mantem os planetas em órbita do Sol, por exemplo, e os satélites naturais em órbita dos planetas. Quanto maior a quantidade de matéria (massa) de um astro, maior a sua força gravitacional.

O Sol é, sem dúvida alguma, o astro com mais massa em todo o Sistema Solar. Sua gravidade organiza este sistema planetário do qual a Terra faz parte.

Mais de 99% da matéria do Sistema Solar (incluindo a estrela, todos os planetas, satélites, asteroides, cometas etc) pertence ao Sol. Em última análise, tudo no Sistema Solar gira em volta do astro-rei.

Informações comparadas
EM NOSSA ESCALA do Sistema Solar no Parque, a placa do Sol informa o tamanho da estrela, tanto em quilômetros quanto em volume (comparado ao maior planeta) e menciona a força de gravidade do Sol (comparada a da Terra).

Os demais também trazem algumas características de cada astro, incluindo seu tamanho (relativo à Terra) e na escala (em relação ao Sol com 20 cm de diâmetro), além da distância real percorrida, em quilômetros, desde o Sol.

Essas informações estão propositadamente inter-relacionadas e poderão ser muito úteis aos educadores numa atividade pós-visita, em sala de aula.

Nossa sugestão é que os estudantes sejam incentivados a tirar fotos das placas e que o educador faça o download dos arquivos auxiliares abaixo (versão do aluno e do professor), contendo questões que as crianças poderão responder numa atividade em grupo ou individual, tendo como base as informações coletadas.

Para Download:
Atividade do aluno        Arquivo do professor

Ao reduzir o Sistema Solar, como numa maquete em escala, se espera que os estudantes não apenas relembrem sua estrutura geral, mas, especialmente, percebam o quão pequenos ficariam os planetas (geralmente poucos milímetros) comparados a um Sol quase do tamanho de uma bola de futebol, e o contraste com as enormes distâncias entre eles.

A partir dessa compreensão, professores de diversas disciplinas podem se apropriar da visita ao Sistema Solar no Parque para descobrir desdobramentos em suas próprias disciplinas. Por exemplo:

HISTÓRIA E FILOSOFIA

Os nomes dos planetas fazem alusão aos deuses da Mitologia Greco-romana. Mercúrio (Hermes, em grego) é o mensageiro dos deuses, muitas vezes representado com asas nos pés.

O planeta Mercúrio, em contrapartida, é o que gira mais rápido em volta do Sol. Fato que já era conhecido desde a Antiguidade. Correlações semelhantes podem ser encontradas nos demais planetas.

É notável o diminuto tamanho dos planetas frente às distâncias que os separam. Na verdade, se puséssemos todos os planetas do Sistema Solar lado a lado, eles ocupariam praticamente a mesma distância que existe entre a Terra e a Lua e que, no Sistema Solar no Parque, corresponde a apenas 5,5 cm.

Uma reflexão importante a partir dessa constatação é sobre a nossa condição neste mundo. O vídeo abaixo conta a história de uma fotografia da Terra, obtida por uma nave espacial quando passava por Saturno. As considerações do narrador, um famoso astrônomo e divulgador de Ciência, são sublimes.


 

MATEMÁTICA

A escala do Sistema Solar no Parque é 1:7.000.000.000. O que isso significa? Noções de escala já são abordadas em Matemática do 6º ano. Outras interessantes questões desafio também podem ser levantadas por meio das informações trazidas nas placas.

Por exemplo: se dentro do Sol caberiam 1.000 planetas como Júpiter (informação da placa do Sol) e Júpiter tem 1.300 vezes o volume da Terra (informação da placa de Júpiter), quantas vezes a Terra caberia no volume ocupado pelo Sol?


Comparação de volume
  Mais de mil Terras em Júpiter e mil Júpiters no Sol. O astro-rei ocupa o volume de 1.300.000 Terras.
 

CIÊNCIAS

Na Terra, a região equatorial é mais quente que os polos. Mas em Urano é ao contrário. Por quê? E o que isso nos diz sobre as estações do ano na Terra? Ou ainda: por que Vênus é o planeta mais quente, se Mercúrio está mais perto do Sol?

A leitura e interpretação das informações fornecidas nas placas oferecem essas e muitas outras indagações e respostas aos estudantes. Não deixe de baixar os arquivos anexos para conferir nossas sugestões.


Terra e Urano
  A inclinação do eixo de rotação é a principal causa das estações do ano na Terra.
 

Esperamos que este Sistema Solar no Parque se constitua em mais um estímulo à curiosidade das nossas crianças, e seja também ponto de partida para um rico aprendizado. Estamos à disposição para troca de ideias com pais e professores.

Qualquer dúvida, não hesite em entrar em contato. Nem que seja simplesmente para compartilhar sua experiência conosco!  Fim

 

O Sistema Solar em campo
Astro-escala

» Como usar o texto desta página como uma fonte de sua pesquisa? show