Skylab

Projetado como terceiro estágio de um foguete Saturno V, a Skylab (“laboratório do céu”, em inglês) foi a primeira estação espacial americana. E foi habitada durante nove meses por três diferentes grupos de astronautas (denominados Skylab 2, 3 e 4) que passaram um total de 171 dias e 13 horas em órbita da Terra. As tripulações eram transportadas até a estação através de módulos de comando da Apollo.

Skylab

Skylab sobrevoa o rio Amazonas.

O objetivo da estação era mostrar que seres humanos poderiam viver e trabalhar no espaço por longos períodos de tempo, e também coletar mais informações sobre o Sol e fazer observações astronômicas. Quase 300 experimentos científicos foram realizados. A primeira missão Skylab – a única não tripulada – foi para lançar e colocar em órbita a estação.

Era esperado que o Skylab permanecesse em órbita por pelo menos dez anos, mas um inesperado raspão com a atmosfera superior forçou sua queda. No dia 11 de julho de 1979 ela foi destruída na reentrada.

Alguns fragmentos caíram no Oceano Índico e na costa oeste da Austrália. Depois da Skylab apenas a missão Apollo-Soyuz utilizou naves do programa Apollo. Foi o fim de um glorioso período da astronáutica.

Skylab

Acidente avariou um dos painéis solares da estação.

Skylab 1
14 de maio de 1973 – Vibrações no lançamento causam a separação do escudo protetor contra meteoroides, que acaba arrastando consigo um dos painéis solares da estação. O Skylab foi então manobrado para que o outro painel captasse o máximo de energia, mas isso provocou um superaquecimento.

Skylab 2
25 de maio de 1973 – Depois de fazer os reparos necessários, inclusive a instalação de um para-sol para resfriar a estação, os astronautas Charles Conrad, Paul J. Weitz e Joseph Kerwin conduzem estudos médicos, observações astronômicas e experiências estudantis. Eles regressam depois de 28 dias e 50 minutos no espaço, um recorde americano.

Skylab 3
28 de julho de 1973 – Os astronautas Alan L. Bean, Jack R. Lousma e Owen Garriot ficam 59 dias e 11 horas em órbita. Continuam os trabalhos de manutenção da estação e realizam vários experimentos científicos nas áreas médica, recursos da Terra e observação solar.

Skylab 4
16 de novembro de 1973 – A mais longa missão tripulada da história da NASA: 84 dias, 1 hora e 16 minutos. Gerard P. Carr, William R. Pogue e Edward Gibson observam o cometa Kohoutek, entre muitos outros experimentos. Eles foram a última tripulação da Skylab, retornando em 8 de fevereiro de 1974.  Fim

 

Os pioneiros
Missões espaciais

» Como usar o texto desta página na sua pesquisa? show