Caminhando pelo Sistema Solar

Foi inaugurado ontem, no Parque Dom Nivaldo Monte (Parque da Cidade) em Natal/RN, um modelo em escala de distância e tamanho do Sistema Solar.

A solenidade, aberta ao público, fez parte das comemorações da Semana do Meio Ambiente de Natal, e contou com a presença do prefeito da cidade, Carlos Eduardo, e do Secretário Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo, Marcelo Rosado, além de outras autoridades.

Sistema Solar no Parque
PRIMEIROS CAMINHANTES  O prefeito de Natal (de camisa azul) e o Secretário de Meio Ambiente (em primeiro plano, de amarelo) na abertura do projeto Sistema Solar no Parque.

Parque da cidade
O PARQUE É UMA ZONA DE PROTEÇÃO ambiental (ZPA-1) e ocupa 136 hectares dentro da malha urbana de Natal, protegendo integralmente sua área, remanescente da Mata Atlântica e lar de várias espécies características do cerrado e caatinga, além de ser uma das principais fontes de recarga do aquífero que abastece a cidade.

Seu centro de visitantes tem a assinatura do arquiteto Oscar Niemayer e se destaca por uma torre de 45 metros erguida na parte mais elevada do parque, abrigando um memorial da cidade e um mirante.

O parque contém mais de 3 km de trilhas pavimentadas (com áreas de descanso e sanitários) e outros 3 km de trilhas naturais. O centro de Educação Ambiental realiza atividades personalizadas de acordo com o público interessado, mediante agendamento. A estrutura conta com salas de aulas, biblioteca, auditório para 200 pessoas e um museu taxidérmico.

Objetivos
O PROJETO VEM INCREMENTAR as ações de difusão científica por meio de uma instalação permanente que representa a distribuição dos planetas do Sistema Solar (mais dois planetas anões) a partir do Sol, numa escala cientificamente acurada de tamanho e distância.

O público alvo abrange pessoas de todas as idades, bem como os professores e alunos do Ensino Fundamental e Médio, além de também atuar no segmento do Turismo Cultural de Natal.

O projeto busca contribuir para melhorar a aprendizagem em Ecologia, Ciências Naturais e Matemática, mas também é um estímulo à realização de atividades físicas no parque: ao percorrer a “trilha do Sistema Solar”, cada passo do visitante equivale a cerca de 6 milhões de quilômetros no espaço!

O modelo
O SISTEMA SOLAR NO PARQUE está na escala 1:7.000.000.000 (ou seja, é 7 bilhões de vezes menor que o Sistema Solar real), e começa na “trilha da torre”, com acesso pelo centro de visitantes, indo até o final da “trilha Pôr do Sol”, num percurso total de 875 m.

Placa de Urano

URANO, a cerca de 400 m do Sol, teria apenas 1 cm. Ao fundo, o mirante do parque. Clique para ampliar.

São onze placas autoexplicativas montadas na margem esquerda das trilhas, em pilares naturais (mais um painel de apresentação do projeto, na “Praça Pôr do Sol”). Cada placa traz informações sobre os astros, seu tamanho na escala e a distância percorrida pelo caminhante desde o Sol.

Para os educadores, está disponível em nosso site material auxiliar com a descrição detalhada do modelo, fotos e arquivos para download com sugestões de atividades a serem realizadas em sala de aula.

O Sistema Solar no Parque é um projeto de Astronomia no Zênite, sendo o primeiro do gênero aberto ao público na região Nordeste. A execução foi uma parceria entre a equipe do Parque Dom Nivaldo Monte e a UNI-RN. O acesso é gratuito e as escolas da região podem agendar visitas guiadas.  Fim

 

Sistema Solar  
Astro-escala
O Sistema Solar em campo

» Como usar o texto desta página como uma fonte de sua pesquisa? show

» Comentários (apenas os textos do Blog aceitam comentários):
O que você achou deste post? Você já visitou o Sistema Solar do Parque da Cidade? Comente!