Asteroide do amor

433 eros
Várias medidas com um altímetro laser foram combinadas para se obter esse modelo em 3D do asteroide 433 Eros. Clique na imagem para ver em alta resolução. Foto: NEAR, NLR, JHUAPL, Goddard SVS, NASA.

Dezesete anos atrás no dia de São Valetim (14 de fevereiro), depois de viajar 3,2 bilhões de quilômetros por cinco anos, uma sonda da NASA com propulsão solar chamada NEAR Shoemaker se tornou a primeira espaçonave a entrar em órbita de um asteroide.

Ela registrou quase 160 mil imagens de seu feito e, quase um ano depois, fez outra proeza que entrou para a história, tocando a superfície do asteroide após uma descida controlada (veja o vídeo).


O POUSO na verdade foi um “toque” na superfície, uma vez que a NEAR-Shoemaker era um orbitador e não tinha sido projetada para pousar. Este vídeo combina uma simulação computadorizada e imagens reais obtidas durante a façanha. Fonte: NASA.

Eros (formalmente, 433 Eros) é uma rocha espacial com 33 km de comprimento que circula o Sol entre as órbitas de Marte e Júpiter. Descoberto em 1898, o asteroide recebeu o nome do deus grego do amor e apesar de em certas ocasiões se aproximar mais de nós que Marte, não representa nenhum risco para a Terra.


Eros em 3D
Catálogo em 3D de asteroides apresenta Eros. Você pode vê-lo de qualquer ângulo, dar zoom e ainda conhecer suas caracterísitcas físicas e orbitais.

Galeria de fotos de Eros
 

Pousando em um asteroide
Asteroides, os pequenos mundos

» Como usar o texto desta página como uma fonte de sua pesquisa? show